Blogues Do Cairo a Teerão Jordânia

Acampamento beduíno em Wadi Rum

TextoFotosFilipe Morato Gomes15/04/2010 - 14:32 Comentários (0)
Acampamento beduíno em Wadi Rum

Depois de mais de 6 horas de atraso no ferryboat para Aqaba, acabei por chegar cerca da meia-noite à aldeia de Rum. Mehedi, jovem beduíno de 22 anos, estava à minha espera. Em Wadi Rum, quase todos os beduínos vivem...

Depois de mais de 6 horas de atraso no ferryboat para Aqaba, acabei por chegar cerca da meia-noite à aldeia de Rum. Mehedi, jovem beduíno de 22 anos, estava à minha espera. Em Wadi Rum, quase todos os beduínos vivem do turismo. São guias para passeios de jeep ou cameleiros, lideram trekkings pelos vales desérticos, têm acampamentos acolhedores para viajantes, falam inglês. Os mais novos abandonaram as rectangulares tendas beduínas; os mais velhos, não - o velho Ali, tio de Mehedi, continua a preferir viver numa tenda, sem conforto, como sempre viveu. Noite escura, segui para o acampamento de Mehedi, no coração de Wadi Rum. Simples, tendas pequenas, colchões no chão, simpatia, muito chá, uma fogueira, dunas e montanhas de várias cores como pano de fundo. De manhã, as nuvens brincavam com as tonalidades das areias. A envolvência é espectacular. As montanhas, o chamado “deserto branco”, um ou outro rebanho de cabras, alguns camelos. Natureza. Mas mais turistas do que um lugar assim exigiria para ser desfrutado em paz. Wadi Rum é bonito. Mas por algum motivo não arrebatou a minha alma de viajante.



Comente “Acampamento beduíno em Wadi Rum”