Check-in online obrigatório na easyJet a partir de abril

A partir do dia 1 de abril todas as operações de check-in para voos da easyJet terão de ser feitos online. A companhia de aviação low cost vai abdicar dos balcões de check-in usados nos aeroportos, mantendo apenas serviços de entrega de bagagem, pelo que todos os viajantes terão de imprimir os seus cartões de embarque previamente.

EasyJet

No comunicado onde anuncia esta decisão, a easyJet explica que tem vindo o notar que o recurso ao check-in online – uma possibilidade que oferecem “há já vários anos” – é cada vez mais popular. E defende-o, lembrando que “é fácil e simples, e poupa tempo no aeroporto” aos seus passageiros.

A medida servirá naturalmente para a low cost britânica diminuir custos operacionais. Recorde-se que na concorrente Ryanair o check-in online é obrigatório desde 2009, tendo atualmente um custo de 5€ por segmento. O da easyJet continua a ser gratuito.

Assim, quem viajar apenas com bagagem de mão pode dirigir-se de imediato à porta de embarque, mal entre no aeroporto, sem ter de se deslocar aos balcões. Só terá de fazê-lo quem tiver bagagem de porão, e mesmo esses deverão já levar o cartão de embarque impresso.

O check-in online fica disponível 30 dias antes da data de partida e encerra 2 horas antes, e deve ser feito em www.easyjet.com. Recorde-se que a porta de embarque fecha 30 minutos antes do horário do voo

A easyJet está a considerar um período de transição durante o mês de abril, disponibilizando máquinas de impressão dos cartões de embarque nos aeroportos. “Mas esse serviço será descontinuado a partir do dia 30 de abril”, anuncia.

Para mais informações e reservas consulte www.easyjet.com ou visite agências como a eDreams, a Rumbo ou a Netviagens.

Regras para comentários

Apreciámos imenso o seu feedback, opiniões e comentários sobre os artigos de viagens mas, para que os comentários possam ser efetivamente úteis para os demais viajantes, aplicam-se algumas regras básicas:

  1. Para ser aprovado, o comentário deve ser enviado com o seu nome, não o nome do seu site.
  2. As críticas são bem-vindas, mas ataques pessoais ou linguagem inapropriada serão eliminados. Os comentários têm de ser respeitosos.
  3. Não escreva em maiúsculas. É o equivalente a gritar.
  4. Comentários com o único objetivo de autopromoção ou ganhar um link grátis não serão aprovados.