Polónia

Localizada entre a Europa central e de Leste, a Polónia oferece uma bela mistura das culturas e valores de ambos os lados. Entre as atrações turísticas do país encontram-se os centros históricos art nouveau de Poznan, Wroclaw e Cracóvia, a cosmopolita capital Varsóvia, a cidade portuária de Gdansk, a arquitetura de Porun, o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, os montes Tatra e a região dos Grandes Lagos Masurian, entre outros. Tudo bons motivos para viagens à Polónia.

Factos

Bandeira da Polónia

Polónia

Capital: Varsóvia

População: 38,5 milhões

Língua Oficial: Polaco

Fuso horário: GMT +1

Cógido telefónico internacional: +48

Quando ir

Melhor época para visitar

O clima polaco é bem mais ameno e agradável durante o período que vai de maio a outubro. O período de pico coincide com as férias locais, em julho e agosto, e naturalmente todas as atrações e regiões turísticas ficam bem mais lotadas. É o caso das praias do Báltico, das montanhas Cárpatos e Tatra ou dos Grandes Lagos Masurian. As cidades de Cracóvia e Varsóvia também andam, por esta altura, lotadas; os alojamentos são mais difíceis de encontrar e também mais caros. Isto mesmo depois de, numa decisão feliz, muitas escolas e universidades, e com as férias dos estudantes, abrirem as portas das suas residências como se fossem pousadas da juventude. Aumento a oferta de alojamento económico mas, mesmo assim, ficam ainda aquém da procura.

Para evitar as multidões, a melhor altura será viajar no final da primavera / princípio do verão (meados de maio e junho) ou na chegada do outono (setembro e outubro). São períodos com temperaturas amenas, apropriados para atividades ao ar livre.

Ver condições climatéricas

O que visitar

Principais destinos

Dinheiro

Moeda: Zloti (PLN) • Vêr câmbio atual

ATM: A maior parte das cidades polacas têm um par de Bankomaty e a maioria aceita cartões Visa, MasterCard, Cirrus e Maestro.

Cartões de crédito: São aceites para pagar bens e serviços sobretudo nos estabelecimentos que exigem maiores poderes de compra e nas principais cidades polacas. Os cartões mais populares são os das redes Visa, MasterCard, Amex, Diners Club, Eurocard e Access. Para fazer cash advance, o melhor usar um cartão da rede Visa, já que é a mais utilizado pelos bancos polacos.

Património

Património Mundial

A lista do Património Mundial na Polónia contempla os seguintes locais:

  1. Centro Histórico de Cracóvia (1978)
  2. Minas de Sal de Wieliczka (1978)
  3. Campo de Concentração de Auschwitz (1979)
  4. Parque Nacional Białowieża / Belovezhskaya Pushcha (1979, 1992) (sítio transfronteiriço com a Bielorrússia)
  5. Centro Histórico de Varsóvia (1980)
  6. Cidade Antiga de Zamość (1992)
  7. Castelo da Ordem Teutónica de Malbork (1997)
  8. Cidade Medieval de Toruń (1997)
  9. Kalwaria Zebrzydowska: Conjunto Arquitectónico Maneirista e Paisagístico e Parque de Peregrinação (1999)
  10. Igrejas da Paz em Jawor e Swidnica (2001)
  11. Igrejas de Madeira do Sul da Pequena Polónia (2003)
  12. Parque Muskauer-Muzakowski (2004) (sítio transfronteiriço com a Alemanha)
  13. Salão do Centenário em Wrocław (2006)
  14. Tserkvas de madeira da região dos Cárpatos na Polônia e Ucrânia (2013)
Planear viagem

Mais sobre Polónia

Se está a planear uma viagem para este destino, consulte as seguintes recomendações de hotéis e as sugestões de roteiros do turismo local.

Procurar hotéis em Polónia

Site Oficial do Turismo

 
 
 

Viajar para Polónia

Artigos e reportagens de viagens



Varsóvia, uma cidade com história

Varsóvia

A capital da Polónia conta-nos um pouco da história da Europa Central, sobretudo a dos terríveis anos da II Guerra Mundial. Uma viagem por entre palácios e jardins à descoberta da Varsóvia antiga - classificada Património Mundial. História da Europa em Varsóvia O que vemos hoje é um magnífico trabalho de reconstrução segundo os planos originais: durante a Segunda Guerra … Ler artigo →

Tatra, brincar às montanhas

Montes Tatra, Polónia

A partir da pequena cidade de Zakopane, chega-se à parte mais dramática dos montes Tatra. É um lugar onde, apesar da pouca altitude, sentimos estar numa montanha “a sério”, principalmente no percurso dos Cinco Lagos, que nos deixa no sopé do monte Rysy - o mais alto da Polónia - e nas margens do Morskie Oko, um dos mais belos lagos glaciários dos Tatra. Sobre os Montes … Ler artigo →