Samarcanda

Shakhi-Zinda, Samarcanda
Shakhi-Zinda, Samarcanda

Samarcanda

Samarcanda é uma cidade no sudeste do Uzbequistão e uma das mais antigas continuamente habitadas da Ásia Central. Há evidências de atividade humana no perímetro urbano desde o final do Paleolítico, embora não haja evidências reais de quando Samarcanda foi fundada; algumas teorias sugerem que foi fundada entre os séculos VIII e VII a.C. Usufruindo de uma localização importante na Rota da Seda, entre a China e o Mediterrâneo, durante algum tempo Samarcanda foi uma das maiores cidades da Ásia Central.

Atualmente está dividida em duas zonas: a cidade velha e a cidade nova desenvolvida durante os dias do Império Russo e da União Soviética. A cidade velha inclui monumentos históricos, lojas e casas particulares antigas, enquanto que na cidade nova predominam edifícios administrativos, juntamente com centros culturais e instituições educacionais.

A mesquita Bibi-Khanym, reconstruída durante a era soviética, continua a ser um dos marcos mais notáveis da cidade. A Praça de Registan, antigo centro da povoação, é limitada por três edifícios religiosos monumentais. A cidade preservou cuidadosamente as tradições do artesanato antigo: bordados em ouro, tecelagem de seda, gravuras em cobre, cerâmica, escultura e pintura em madeira. Em 2001, a UNESCO adicionou a cidade à sua lista de Património Mundial como “Samarcanda – Encruzilhada de Culturas”. Razões não faltam para uma visita.