Geórgia

Visitar Geórgia: David Gareja
Mosteiro David Gareja, Geórgia

Geórgia

Igrejas empoleiradas, torres e castelos a ornamentar o cimo das montanhas, cidades escandalosamente bonitas – como Svaneti e Kazbegi – e outras quase subtropicais, como Batumi, na costa do Mar Negro. Acrescente-se a este magnífico cocktail a irreprimível vontade de bem receber da população georgiana e as diretrizes políticas de apetrechar o país com tudo o que os visitantes precisam, e está encontrado um país imperdível. Para explorar a pé, a cavalo ou de carro.

A capital da Geórgia, Tbilisi, é uma cidade do século XXI, com casas noturnas a piscar o olho ao ocidente, mas não deixa de manter a atmosfera de uma cidade plantada nas antigas encruzilhadas da Eurásia. Uma encruzilhada que lhe garantiu uma história longa e complicada e lhe deixou um conjunto de influências marcantes e uma herança riquíssima da Turquia, Rússia, Pérsia e Ásia Central. Hoje em dia, a Geórgia olha para a Europa como o seu futuro e é o mais ocidental na atmosfera dos três países do Cáucaso.